• Cabinda| Talatona - Luanda | Angola
  • (+351) 915 496 408 Adicione no WhatsApp e fale connosco
  • info@codigoadn.pt

Perguntas frequentes e documentação de suporte para a CódigoADN

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
selecionou: Teste de DNA Avós, Neto, Neta, Paternidade, Preço, Como Fazer

Quem deve participar no teste de paternidade com avós?

  • O Alegado Neto(a)
  • O Avô/ Avó
  • A mãe é opcional

Tenha em atenção que não pode executar um exame num menor sem o consentimento informado do tutor legal.

Como posso fazer um teste de paternidade com avós?

  • Recebendo um Kit para recolha de ADN na morada que nos indicar
  • Ir a uma das clinicas da CódigoADN*

Como são apresentados os resultados do teste de paternidade com avós?

Os resultados do teste de paternidade com avós são apresentados de forma probabilística, ou seja, no relatório irá aparecer mais ou menos probabilidade de estas duas ou três pessoas partilharem um vinculo biológico.

Normalmente para testes de paternidade com avós, em que o resultado seja positivo, no relatório aparecerá:

  • Um valor superior a 98%, isto significa que os indivíduos partilham uma ligação biológica.
  • Um valor inferior a 5%, isto significa que os indivíduos não partilham uma ligação biológica.

Se o resultado for intermédio no teste de DNA com avós, o que devo fazer para ter um resultado conclusivo?

Por vezes, quando apenas participa um alegado avô/ avó e o neto(a), o resultado, esporadicamente pode ser um resultado inconclusivo. Este resultado aparecerá normalmente em percentagem de 25%, 50% ou 75%. Por exemplo se o relatório apresentar um resultado com o valor de 25%, isto quer dizer que o alegado avô tem uma probabilidade de 3 para 1 de não ser o avô biológico da criança. Contudo, este acaba por ser um resultado inconclusivo, porque a margem de erro do relatório exibido é de 25%.

Normalmente nestes casos a CódigoADN convida a participação de mais um elemento no teste de DNA de forma a poder obter um resultado conclusivo. Este elemento pode ser a mãe da criança, a avó, um irmão paterno, ou até o alegado pai que já se encontra disponível para a realização do teste.